Fachin nega pedido de advogados de Temer para que denúncia seja devolvida ao MP
20/09/2017 - 11h54 em Politíca

Defesa do presidente golpista queria que fatos anteriores ao seu mandato fossem retirados do documento da denúncia.

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, negou na noite desta terça-feira (19), o pedido feito pela defesa do presidente Michel Temer, solicitando que a denúncia apresentada na última quinta-feira fosse devolvida para a Procuradoria-Geral da República.

Temer é acusado de obstrução da Justiça e formação de organização criminosa. Para seus advogados, a denúncia deveria retornar à procuradoria para que fatos anteriores ao seu mandato fossem retirados do documento. Para o ministro Fachin, já está em andamento no Supremo o julgamento de uma questão de ordem que trata deste tema. Por isso, ele indeferiu o pedido.

A questão de ordem citada pelo ministro discute a suspensão da denúncia até que seja analisada a validade do acordo de delação premiada do grupo J&F. O julgamento será retomado nesta quarta-feira (20).

Edição: Radioagência Nacional

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!