data
-- Hora Certa:
Sindicalista rebate Mendes e afirma que não existem “supersalários”
10/01/2019 09:14 em Politíca

O Presidente do Sindicato dos Servidores Públicos da Saúde do Estado de Mato Grosso, Oscarlino Alves, declarou em entrevista ao Muvuca Popular, que os servidores não receberam “supersalários” como declarou o governador Mauro Mendes (DEM).

“O governo tem soltado algumas notas que esta gerando uma confusão na cabeça da opinião pública, como por exemplo, em relação à supersalários. Não existe isso, na verdade, existem situações de acúmulo de pagamentos que é direito do servidor receber”, afirmou.

Conforme Oscarlino, os valores questionados por Mendes, na verdade, são várias férias, licença prêmio e outros benefícios que não foram pagos em tempo hábil, sendo quitados somente no final de 2018.

“O trabalhador não tira várias férias, licença prêmio e o pagamento desses direitos só foi liberado para ser pago como indenização, no final do ano passado”, esclareceu.

Nesta semana, Mendes determinou que fosse realizada uma auditoria na Folha de Pagamento do mês de dezembro de 2018, em decorrência da informação de que haveria “super remunerações” entre os servidores públicos da ativa.

A auditoria será realizada pela Controladoria Geral do Estado e segundo o governador, se torna necessária para averiguar o que motivou o pagamento desses valores.

Além da folha de pagamento dos funcionários da ativa, a auditoria também será ampliada para a folha dos inativos e pensionistas.

Muvuca Popular

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!