Lula volta ao Governo e saída do Presidente do Banco Central deve ocorrer em breve
16/03/2016 11:29 em Politíca

 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aceitou assumir a Casa Civil no lugar de outro petista Jaques Wagner, segundo informou há pouco o líder do PT na Câmara, Afonso Florence (BA). Wagner será chefe de gabinete da presidente Dilma Rousseff.
Em meio à expectativa de mudanças no governo, o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, se reúne hoje em Brasília com a presidente Dilma Rousseff e com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Também participam da reunião os ministros Jaques Wagner (Casa Civil) e Ricardo Berzoini (Secretaria de Governo).

 

Conforme anunciado na ultima segunda feira por integrantes da cúpula da bancada de deputados federais do PT que afirmaram no início da noite desta segunda-feira (14) que o ex-presidente Lula aceitou ser ministro de Dilma Rousseff.

 

A noticia se confirma com a reunião na data de hoje com o  ex-presidente em Brasília  com Dilma.

 

A pressão para Lula assumir um ministério cresceu após a manifestação recorde contra ele e Dilma neste domingo (13).  O ministério, a ser assumido é a Casa Civil, segundo deputados do PT, Lula ganha foro privilegiado no Supremo Tribunal Federal.

 

Presidente do Banco Central de malas prontas para saída.

 

Conforme antecipado pelo Jornal Valor Econômico, O presidente do Banco Central Alexandre Tombini cansado, depois de mais de cinco anos no cargo, além de tem dado sinais de que pedirá para sair na mexida ministerial que está sendo desenhada, para adequar o governo a um novo perfil administrativo, conforme informou o Valor Econômico.
O motivo de saída de Tombini também seria politico pois o mesmo tem discordância em relação às políticas que seriam desenhadas a partir das reestruturações ministeriais.

A nova política seria a possível “guinada à esquerda” com utilização das reservas cambiais para estimular a economia e liberação de compulsório.

 

Da Redação Serra FM

 

COMENTÁRIOS