data
-- Hora Certa:
Aluno da Escola Raimundo Pinheiro dá soco no rosto de professor dentro de escola em Cuiabá
13/06/2018 08:41 em Educação

A Secretaria Estadual de Educação informou que a gestão da escola adotou os procedimentos necessários e os pais do aluno foram convocados.

 

Um aluno da Escola Estadual Raimundo Pinheiro da Silva, foi detido após agredir o professor de Filosofia com um soco no rosto, na tarde desta terça-feira (12), no bairro Shangri-lá, em Cuiabá.

De acordo com informações, o aluno teria reagido com agressividade ao ser flagrado jogando baralho e ser retirado da sala.

O aluno foi levado para a coordenação da escola e, quando voltou, passou a ameaçar o professor, que reagiu dizendo que iria chamar a polícia, momento em que o aluno o agrediu.

A Polícia Militar foi acionada e conduziu o adolescente para uma cela especial, enquanto aguardava a presença dos pais e do Conselho Tutelar.

Por meio de nota, a Secretaria Estadual de Educação (Seduc-MT) informou que a gestão da escola adotou os procedimentos necessários e os pais do aluno foram convocados para acompanhar o caso. A Seduc informou que deve transferir o aluno de unidade escolar por conta de ser recorrente o comportamento indisciplinar do adolescente.

Leia a nota da Seduc na íntegra:

 

A coordenação da escola não quis se pronunciar sobre os fatos.

Sobre a ocorrência na EE Raimundo Pinheiro, a Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) informa:

1 – A gestão da unidade escolar adotou todos os procedimentos necessários, seguindo o regimento interno da escola;

2 – Os pais do aluno foram chamados na unidade e informados sobre o ocorrido e as consequências do ato do estudante;

3 – Como já havia histórico de comportamento indisciplinar do aluno, a gestão da escolar tomou a decisão, em último recurso, de acordo com o regimento, de promover a transferência do mesmo para outra unidade da rede;

4 – Seguindo os procedimentos, um boletim de ocorrência na Polícia Civil foi registrado pelo professor para que sejam apurados os fatos;

5 – A Seduc lamenta o ocorrido e destaca que está acompanhando o andamento das investigações e dando suporte ao servidor e à família do estudante.

Reporter MT

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!