data
-- Hora Certa:
Comissionado faz ameaças e chama servidores de escrotos e bocós
14/06/2016 09:47 em Politíca

Agressor é lotado na Secid e ganha R$ 10 mil reais de salário em cargo de confiança do governador.

O agrupamento político instalado no governo de Mato Grosso não está conseguindo lidar com as críticas e situações adversas por qual passa, com explosão de violência no estado e luta dos servidores públicos que tentam garantir seus direitos trabalhistas (RGA) através de greve geral.

O servidor Luis Figueiredo, contratado em cargo político (comissionado) na Secretaria de Cidades (Secid) nível DGA-4 com salário de R$ 10 mil reais, partiu para a agressão verbal nas redes sociais, chamando os grevistas de ‘escrotos’.

Figueiredo também chamou os críticos do governo para a porrada, dizendo que se fossem homens iam lá resolver no braço. - Ganham um lixo e brigam por míseros 10% - escreveu ele.
Nas redes sociais a indignação é geral, e circula uma foto com a nomeação do comissionado sugerindo que seja exonerado.

Mas não se pode esperar muito. A equipe toda do governo age sem noção, e isso é reflexo da falta de comando. A página oficial do facebook do governo recebeu a crítica de um internauta que postou uma foto de vômito e respondeu com chacota, mandando a pessoa que fez a crítica tomar chá de boldo, e até deu a receita. Após inúmeras reações. O post foi tirado do ar.

A agressividade, truculência, destempero verbal e descontrole da equipe de Taques é reflexo do comportamento do próprio governador, que trata todos com arrogância e prepotência, refletindo seu comportamento nos subordinados.

Para finalizar, o sujeito pendurado em cargo comissionado que tentou humilhar os servidores disse o seguinte: "Vem aqui em mim primeiro seus bocós... escrotos. Meu governador defendendo com a vida, vocês aí com a porra do RGA. Cai aqui seus escotos!"


Atualização: O servidor Luis Filho encaminhou nota de retratação ao Muvuca Popular às 16 horas, após a matéria ter ultrapassado as 3 mil visualizações. Confira a nota na íntegra aqui.

 

fonte: muvuca popular

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!