data
-- Hora Certa:
Polícia Civil prende em Guarantã do Norte acusado de matar líder sindical no Pará
29/03/2019 08:28 em Polícia

Jorge foi encaminhado a delegacia para prestar esclarecimentos e deve ser encaminhado para o Pará.

 

Polícia Civil de Guarantã do Norte (745 km de Cuiabá-MT), prendeu na manhã desta quinta-feira (28), Jorge Luis Siqueira , conhecido como “Jorge Juara”, acusado de envolvimento no homicídio do líder Sindical Aluísio Sampaio dos Santos, em outubro de 2018, em Castelo dos Sonhos a 1.726 quilômetros de Belém, capital do Pará.

De acordo com o delegado Waner dos Santos Neves, os policiais cumpriram o mandado de prisão no bairro Cotrel, onde Jorge foi localizado. Ao ser detido, o acusado foi informado do mando expedido pela Comarca de Novo Progresso no Pará.

Jorge foi encaminhado a delegacia para prestar esclarecimentos e deve ser encaminhado para o Pará, onde deverá responder pela participação no crime.

O homicídio

Aluísio foi executado com vários tiros na cabeça, e antes de ser morto, já havia gravado um vídeo e postado no Youtube em 2017, relatando as ameaças de morte sofridas. No vídeo da época, Aluísio citava o ex-prefeito de Novo Progresso Neri Prazeres, o presidente Sindicato dos Produtores Rurais de Novo Progresso, Agamenon Menezes, e outro sindicalista da região, conhecido como Dico.

A Polícia Civil local iniciou as investigações e chegou a cinco suspeitos na época. Durante operação de cumprimento de um dos mandados, na Fazenda Mutuacá, o suspeito identificado como Márcio José Nunes de Siqueira e o irmão dele, Vanderley Nunes de Siqueira, atiraram contra os policiais, houve troca de tiros, e Márcio José foi baleado, morrendo no local.

FONTE: DiárioOnline

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!