data
-- Hora Certa:
MT tem um acidente de trabalho com morte a cada 3 dias
11/04/2019 08:32 em Cidades

Para alertar, o Ministério Público do Trabalho (MPT) lançou a campanha que integra as ações do “Abril Verde” de 2019

 

A cada 52 minutos e 11 segundos, Mato Grosso registra um acidente de trabalho. A cada três dias, um trabalhador do estado morre vítima de algum tipo de incidente laboral. Somente nos últimos sete anos (entre 2012 até 01 de abril), foram 73.025 acidentes estimados e 732 óbitos. No Brasil, somente de janeiro de 2018 até 29 de março de 2019, foram mais de 802 mil acidentes registrados e que resultaram em pelo menos 2.995 mortes. Para alertar, o Ministério Público do Trabalho (MPT) lançou a campanha que integra as ações do “Abril Verde” de 2019. 

Um dos casos mais recentes registrados no Estado ocorreu em Sorriso (400 quilômetros, ao norte de Cuiabá). No dia 27 de março passado, Jocimar de Alencar da Cruz, de 32 anos, e Arquiel Monteiro da Silva, 21, morreram após serem soterrados enquanto furavam um poço em uma fazenda, localizada no Distrito de Boa Esperança às margens da MT-140, cerca de 109 quilômetros de Sorriso. 

Dias antes, um trabalhador ficou soterrado dentro de um silo de milho de pipoca, no município de Campo Novo dos Parecis (400 quilômetros de Cuiabá). Para salvar o trabalhador, os bombeiros usaram um cilindro de oxigênio para melhorar a respiração da vítima. Em seguida, o ancoraram usando corda e cintos para que ele não afundasse mais. O resgate durou pouco mais de três horas. A vítima foi içada e encaminhada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para o hospital municipal. 

Em nível nacional, trabalhadores perderam a vida no maior acidente de trabalho da história do país, com o rompimento da barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG). Outro caso que comoveu refere-se aos atletas entre 14 e 16 anos da categoria de base do Flamengo, vítimas do incêndio no centro de treinamento do Rio de Janeiro. 

Conforme dados do Ministério Público do Trabalho (MPT-MT), de 2012 até o dia 29 de março de 2019, o Brasil gastou mais de R$ 80,2 bilhões com benefícios acidentários pagos pela Previdência Social. No período, foram cerca de 368 milhões de dias de trabalho perdidos por afastamentos decorrentes de acidentes ou doenças do trabalho. “Todos pagam pela falta de prevenção”, ressalta o procurador do Ministério Público do Trabalho (MPT) Leonardo Osório Mendonça, titular da Coordenadoria Nacional de Defesa do Meio Ambiente do Trabalho (Codemat). 

Para sensibilizar a sociedade sobre a necessidade de investir na proteção à saúde e à segurança dos trabalhadores, o MPT lança campanha que integra as ações do “Abril Verde” de 2019, com o alerta de que é preciso “gerir riscos, prevenir acidentes, promover saúde no trabalho”. A campanha conta com parceria da Organização Internacional do Trabalho (OIT), do Tribunal Superior do Trabalho (TST) e do Conselho Superior da Justiça do Trabalho. 

No país, nos últimos dois anos, 5.230 denúncias de acidentes de trabalho chegaram ao conhecimento do MPT. Em 2017, o tema motivou o ajuizamento de 253 ações e a assinatura de 654 Termos de Ajuste de Conduta (TAC). Em 2018, foram 234 ações e 765 TACs. 

Dados do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, Smartlab de Trabalho Decente do MPT – OIT, demonstram a ocorrência de um acidente de trabalho a cada 48 segundos no país, com uma vítima fatal a cada 3 horas. De janeiro de 2018 até 29 de março de 2019, foram mais de 802 mil acidentes de trabalho registrados, resultando em pelo menos 2.995 mortes. 

Além do Dia da Saúde ser comemorado em 7 de abril, o dia 28 de abril é marcado pelo Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho. A data foi escolhida em razão de um acidente que matou 78 trabalhadores em uma mina no estado da Virgínia, nos Estados Unidos, em 1969. No Brasil, em maio de 2005, foi promulgada a Lei 11.121, criando, na mesma data, o Dia Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho. 

Diario de Cuiabá

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!